quarta-feira, 22 de abril de 2015

Como tornar-se um cristão ortodoxo?





Confessar a Fé

O mais importante é confessar a fé da Igreja. Assegure-se de que se aderes ao texto do Símbolo de Fé (Credo) e possas dizer “eu creio” tal como toda a Igreja em plenitude o diz. Isto é o ponto de partida. É como se dissesses: Eu também quero ser ortodoxo! O Símbolo de Fé é aquele da Igreja dos primeiros Concílios, e nós o transmitimos de maneira inalterável. Tornar-se, então, ortodoxo, primeiramente, acreditando tal como a Igreja o faz em sua plenitude. Caso contrário, não podemos orar como ela ora nem viver como ela vive.

Experiência comunitária

Frequente regularmente uma comunidade ortodoxa onde compreendas a língua. Participar ao culto sob uma forma ou outra permite assimilar a fé da Igreja pela escuta, a memorização e a restituição das fórmulas de oração. Em comunidade, aprendemos também o gestual que contribui à santificação do corpo e mobiliza o inconsciente com o consciente. A Igreja ora, corpo e alma, como um único Homem, e este homem é Cristo, o Deus-Homem. Aprendemos o sinal da Cruz, as prostrações, a veneração dos ícones, o ficar de pé. Essencial, repetimos, é a escuta. Escutemos a Palavra de Deus! Desta escuta vigilante nasce a fraternidade que descobrimos na comunidade. A Igreja repousa sobre a Palavra de Deus recebida no Espírito Santo por aqueles que creem em Jesus, Palavra feito carne.

Em casa

Com o intuito de assimilar a tradição ortodoxa, a oração doméstica é fundamental. Cada batizado é membro do corpo sacerdotal de Cristo. Quando oramos em casa, este sacerdote é posto em obra. Aprendemos assim a instalar um pequeno altar (se possível face ao Oriente), no qual se encontra o livro do Evangelho (para ser lido!), os ícones indispensáveis (de Cristo, da Mãe de Deus, e o quanto possível dos Santos de devoção pessoal da Igreja Ortodoxa), a cruz, uma lamparina de azeite, um turíbulo manual, bem como a lista de nomes dos vivos e dos defuntos pelos quais se deve interceder. Deve se encontrar, próximo, um Livro de Orações da Igreja Ortodoxa. Torna-te ortodoxo adquirindo a consciência que a Igreja ora por ti, ora por mim! Utilizamos o Saltério e o Livro de Orações para este fim.

O conselho espiritual

Para “ortodoxar” tua vida, busque um sacerdote disponível para te escutar e te guiar na senda que o Espírito Santo escolheu para ti. Os sacerdotes estão lá para serem pastores, acompanhantes espirituais e para orarem por nós. Tal padre poderá nos preparar a ingressar efetivamente na Igreja por meio do Santo Batismo ou pela Crisma. No entanto, torne-se ortodoxo sem receber ainda o Batismo ou a Crisma! Segue a Santa Tradição todos os dias de tua vida, o quanto podes aprender aos poucos. Em efeito, serás um guardião depositário e testemunha da Tradição, quer dizer da verdade e da vida legadas por Cristo aos Apóstolos, aos Padres e a todo o Seu Povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário