terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

'Crescei e multiplicai-vos': benção do matrimônio





São João Damasceno escreve em sua obra Sobre a Fé Ortodoxa :“Com o propósito de prevenir o desaparecimento da raça humana sobre a terra, o matrimônio foi aconselhado, de modo que a raça pudesse ser preservada através da geração de filhos".

Mas, de acordo com a Gênesis, foi dito tanto a Adão como à Eva, ainda no Paraíso, para crescerem e multiplicarem-se (Gên. 1, 28). De acordo com a sabedoria do mundo, isto parece significar que teria que ter havido intercurso sexual antes da queda. Os Padres, no entanto, não dizem assim, antes: "Crescer e multiplicar não significa crescer pela união matrimonial exclusivamente. Se eles (Adão e Eva) tivessem mantido sem ruptura o mandamento ordenado, Deus teria aumentado a raça humana por outros meios. Mas Deus sabia de antemão como Adão e Eva iriam cair e serem condenados à corrupção e à morte. Então, antecipou-Se criando-os macho e fêmea e ordenando-os crescerem e multiplicarem-se".

fonte: The Teachings of the Holy Fathers on the Passions
NICODEMOS ORTHODOX PUBLICATION SOCIETY
Redring, California 1986

Nenhum comentário:

Postar um comentário