quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Como vencer a senda da ambição e os pensamentos orgulhosos em si mesmo?

 
Ancião Arsenie Papacioc
Quão hedionda e impura paixão! Todo o mal pega um peixe nesta água turva! Deus não quer nem ouvir falar de uma pessoa orgulhosa! Ele afasta toda a graça para longe dela, a fim de que ao tropeçar se torne humilde, como nos dizem as Escrituras (cf. I Pd. 5:5).

Ele o abandona. Esta pessoa se torna assim uma grande abominação. Toma-lhe todo sentido de beleza, deixa que se movimente no caos, andando por todos os becos imundos desta vida. Ele não tem mais imagem, ou semelhança, nem uma sensata razão. Os Santos Padres dizem que, na verdade, "em todo lugar que houver uma falta, o orgulho se encontra presente!” Nenhuma outra paixão vai te tornar tão semelhante ao diabo como o orgulho.

Todas as paixões, podemos dizer, podem ser escusadas pela natureza ou más circunstâncias da vida, mas o orgulho não pode ser justificado por nada! Ele tem uma insolência insuportável que não se pode atribuir a nenhuma virtude, podendo ainda se esconder por detrás de humildade, que lhe serve de escudo. Vemos isso com muita frequência, e para provar o que digo, tomo as palavras de um Padre: "Aquele orgulho é tão humilde".

Por ser tão perigoso e estar tão amplamente presente em todas as idades e classes, seria bom que ninguém desdenhasse outra pessoa, não importa quão insignificante ele possa ser – tudo pelo fato de Cristo estar nele – pedindo mesmo até sua opinião. Este seria o primeiro passo, um cumprimento ao longo do caminho dos Evangelhos.

É sempre bom pedir a opinião de outras pessoas, não importando quem ela é; pois quem sabe? Depois de tudo, a graça de Deus repousa mais geralmente no simples e desavisado. Faça uma prostração, nem que seja para humilhar o corpo – porque isto também demonstra boas maneiras – e então verás o quanto precisas destas pessoas com as quais Deus lhe enviou para conviver. Verás assim e se convencerás de que na vida a sabedoria realmente está mais presente em lugares onde há humildade – pois que Deus está lá.

Lúcifer caiu de maneira irreversível; sua queda grandiosa tomou lugar em virtude de somente uma palavra: “Eu”. Tendo caído, torna-se um adversário por toda eternidade, uma abominação de desolação. Que ninguém se engane pensando que sem verdadeira purificação na única água da humildade poderá ingressar no Reino que os Anjos caíram!

Estes são, em breve, meus pensamentos e exortações sobre este tema, a fim de que compreendam que Deus nos criou belos somente para Ele próprio!


pelo Ancião Arsenie da Romênia

Nenhum comentário:

Postar um comentário