Quaresma

Tempo em que o homem se faz poeta
e a natureza profeta

Tempo em que o sentido
pelos sentidos tem e faz sentido

Tempo de acolher no coração
a suave brisa do perdão

Tempo de restaurar no interior
o que se destrói no exterior

Tempo de se prostrar
 se humilhar
   clamar
  chorar
...  e esperar
que o túmulo vazio anteceda
a radiosa aurora de Páscoa!


Aurora

Comentários