quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

A noção do pecado na Igreja Ortodoxa


A Igreja Ortodoxa não manifesta a necessidade de estabelecer uma lista qualquer de pecados capitais. A Ortodoxia aborda a noção do pecado antes de tudo sob o Ângulo da espiritualidade, de um ponto de vista teológico e pastoral, o que não é a saída sob uma estrita regulamentação e classificação dos pecados. Esta necessidade de sistematização máxima de tudo, compreendendo o domínio espiritual, é uma característica do Cristianismo ocidental, que não corresponde de maneira alguma ao espírito da Ortodoxia. Na prática da Igreja Ortodoxa, cada pecado sabe bem o seu nome e seu lugar; mas quando falamos do pecado, falamos antes de tudo da alma de uma pessoa concreta, que conhece diferentes estados passageiros e que não podemos englobar em lista alguma. Para a Igreja Ortodoxa, o pecado não se ergue do plano da vida político ou social, é um fenômeno de ordem espiritual: quando o homem age contra a vontade de Deus transgredindo Seus Mandamentos.


pelo Padre Igor Vyavanov

Nenhum comentário:

Postar um comentário